BLOG SERIES: uma pausa nos estudos, lição de casa, +1 categoria, revisões periódicas e próximos posts

Olá querido leitor! E bem-vindo de volta! O sentimento que espero sempre despertar ao cumprimentá-lo, é basicamente: empatia e companheirismo. Acredito que não exista nada mais humano, nobre e belo (em uma palavra: gratificante) do que se colocar no lugar do outro, compreendê-lo, e ajudá-lo a evoluir/crescer, ensinando como você chegou ao ponto em que está hoje. Digo isso pois já fui um calouro na universidade, como sabem em um curso de tecnologia. Por vezes ao mesmo tempo que estava maravilhado com as linguagens, ide’s, sistemas operacionais, laborátorios de rede, etc, me peguei diversas outras assustado com algumas disciplinas e conteúdos específicos (alô Cálculo I, Física I, Java 😅). É claro que ao longo desse tempo tive ajuda de colegas, professores, veteranos, e amigos da área. A mesma coisa seguiu quando conclui, sai e entrei no mercado de trabalho … Foram meus pares (técnicos, analistas) e superiores (gerentes, diretores) que me auxiliaram na minha jornada profissional. Na verdade isso acontece até o presente momento, tendo em vista que a minha carreira ainda não terminou 👨‍💻

Pois muito bem, contada tal minibiografia, gostaria de resgatar brevemente (prometo!) a ideia por trás desse BLOG e sua disposição de conteúdos. DE NOVO VICTOR?! Calma, calma … Eu sei, eu sei … Somente faço isso pensando em um recém-chegado que caiu de paraquedas nessa postagem. Será rápido e indolor, palavra de escoteiro:

SERIES: Toda vez que um(a) ferramenta/tema/tópico for abordado(a) e identificado(a) por esse termo, saibam que trata-se do início de uma série de postagens ou faz parte de um mesmo conjunto prévio anteriormente criado. PLUS+: Aqui os posts darão continuidade a série “finalizada” da ferramenta presente no título. São uma espécie de extra, dica ou macete que aprendi no dia-a-dia. Algumas vezes tive que correr atrás, pesquisando, testando e documentando. Foi aí que me ocorreu a ideia de compartilhá-las separando-as em um contexto à parte. NEWS: Sugestivo e como a própria tradução do inglês para o português – serão notícias, novidades, atualizações e divulgação de eventos mundo afora. Minhas fontes? Canais oficiais das empresas/organizações responsáveis pelas ferramentas (websites, twitter, contas youtube, newsletter, RSS, etc.)

https://machinesbecomeservices.com/2020/11/04/vicrlda-im-alive-voltei-retorno-notas-e-avisos/

Igualmente importante, e sobre a categoria BLOG do site, segue:

A cada vez, quando quiser interagir, visando definir ou informar algo para o futuro (anúncios, enquetes, consultas, questionários) colocarei no início do título BLOG Series, categorizando o artigo como Blog, e marcando o texto com TAG “blog “.

https://machinesbecomeservices.com/2021/03/22/vicrlda-1-ano-25-posts-3-178-views-803-visitas-7-seguidores-no-wordpress-com/

Acerca da alternância e ordem dos posts, essas são as minhas diretrizes:

1º mandamento: Sempre que começar uma SÉRIE, terminar o mais breve possível (em um futuro próximo). Nunca, jamais deixá-la no limbo e retomar depois. O raciocínio se perde e a lógica se esvai. 2º mandamento: Manter no ar (online/disponível) no máximo duas ou três SÉRIES simultâneas. Mais que isso, corre o risco de comandos, códigos e conceitos serem trocados, gerando dessa forma uma baita confusão. 3º mandamento: Entre uma SÉRIE e outra, durante seus intervalos, fazer pequenas pausas trazendo conteúdo menos denso. Por exemplo, notícias (NEWS) e extras (PLUS+). A justificativa é dar tempo para efeitos de laboração e assimilação da(s) SÉRIE(s) principal(is).

https://machinesbecomeservices.com/2021/02/09/zabbix-series-teoria-monitoramento-e-os-3-qs-o-que-por-que-para-que/

Em suma, foi baseado nessas três colunas (ou como as chamo: pilares de argumento) que tomei algumas decisões, e portanto faço aqui anúncios relativos aos próximos eventos do BLOG.

  • Pequena pausa nas séries, incluindo (e principalmente) o Ansible … A ideia é dar tempo para laborar, praticar e buscar novos materiais. Quero dizer, por conta própria, sozinhos é claro. SUGESTÃO: referências/bibliografia que julguem interessantes, por favor, peço que compartilhem abaixo nos comentários. Tenho curiosidade, e seria bom também para os demais leitores, na minha opinião.
  • Os próximos dois posts serão, respectivamente:
    • um artigo pessoal, divulgando outro meio de interagir e revisar assuntos com vocês. Aguardem!
    • um texto inaugural, apresentando uma nova categoria. Tomara que gostem da proposta!

No mais, se cuidem, usem máscara, fiquem em casa, vacina sim, e esperança sempre!

Até logo!

Vicrlda: 1 ano … 25 posts, 3.178 views, 803 visitas, 7 seguidores no WordPress.com :) ;)

Olá mais uma vez 🥳 Vigésima sexta e contando… 31 de março de 2021 marcará o primeiro ciclo de vida deste BLOG 🎉 Há cerca de um ano iniciava a minha empreitada de documentar o máximo de coisas possíveis relacionadas ao mundo da TI. Sejam ferramentas, tópicos ou áreas/nichos (“macros”) da computação a ideia é criar uma verdadeira biblioteca virtual de artigos sobre cada tema que gosto, estudo e abordo aqui com vocês. Estes que irão compor séries, séries que virarão categorias com a adição de notícias e extras sobre a ferramenta em questão (SERIES + NEWS + PLUS). Não podendo negligenciar as TAGS, é claro. Um pequeno sistema que vai listando posts correlatos toda vez que você clica em uma delas. Evidenciando e ilustrando com um exemplo simples: a TAG centos direciona para textos onde o CENTOS é primordial/obrigatório… Seja porque ele é a base da instalação ou porque os alvos (hosts remotos) são centos e precisam ser tratados de acordo… Pacotes .PRM, FirewallD, SELinux, interfaces enp0s3, comandos de rede ip addr ****, etc, etc, etc.

Pontuadas tais informações, vamos agora ao conteúdo de hoje e sua respectiva estrutura, sendo esta última dividida em três partes:

  • Nova categoria “Blog” (…) Qual o significado do POST anterior? (…) O que é BLOG Series???
  • Túnel do tempo
  • Dedicatória a uma pessoal muito especial

METABLOG? UMA SÉRIE EXCLUSIVA PARA TRATAR DO BLOG? OU RECURSIVIDADE (o blog evocando ele mesmo)?

Se permite algumas perguntas: (A) Por acaso ficou assustado com o título do artigo passado? (B) E o texto propriamente dito? Não entendeu também nada? Calma… Respira, inspira, respira, inspira… Medite um pouco… Esvazie sua mente. Pronto! 😁🤭

Continuando o raciocínio. Vamos começar explicando o mais fácil: o corpo, ou melhor, os três parágrafos do post. Deixando claro que não quero subestimar a capacidade de ninguém, pois sei que a grande maioria se trata de profissionais, muitas vezes com anos de experiência. MAS, TODAVIA, CONTUDO, PORÉM, posso estar dialogando com algum leitor considerado novato, iniciante nesse ramo. Ou quem sabe um técnico/analista/sysadmin especializado só na parte de infra, e que talvez não tenha tanto interesse no mundo DEV. Então, sendo assim aqui vai a resposta: Latim… Isso mesmo! Aquela língua morta dos tempos do Império Romano que se verbalizada/falada parece ora uma sequência de palavras no plural, devido ao S no fim, ora uma eterna vibração de cordas vocais graças aos M’s nas terminações 😆😆😆😆 (Linguistas de plantão, por favor não me matem! rsrs). E de onde veio esse negócio de latim Victor? Do Sublime Text é claro, e um plugin específico chamado EMMET. Para conhecer mais clique aqui (https://www.sublimetext.com/) e aqui (https://packagecontrol.io/packages/Emmet)

Agora a outra parte, não diria difícil e sim enigmática: o título do post. Quem já possui certa familiaridade com Linux e terminal ou até mesmo atua na área de redes (seja como engenheiro, administrador, suporte) provavelmente decifrou a mensagem até certo ponto pois conhece cada comando, o operador “;” (ponto-e-vírgula), e principalmente, a saída gerada na tela que é resultante dos mesmos, respectivamente. Falando em output (telas e saídas), segue o que é mostrado quando executado o título da página anterior no bash do Linux:

Figura 01. Saída na tela de comando

E então? Desvendaram? O que eu quis dizer? NÃO?! Pois muito bem, aí vai:

De acordo com as estatísticas observadas (fim da seção), percebo que já tenho uma plateia recorrente, digamos assim “fiel”… E estou feliz demais por isso! De verdade, é alegria que não cabe no peito 😍 O problema que enxergo é: existe visualizações mas não engajamento. Aos que eventualmente discordam de mim, só posso dizer não … Essas duas coisas não são iguais e portanto explico. Visualizações tem haver com o tráfego do portal/site/blog, ou seja, simplesmente acessos e views, ponto final. Em contraste, engajamento é a parcela desse público que interage periodicamente com o autor (eu) e entre si também (respondendo, comentando e ajudando uns aos outros). E é justamente isso que sinto falta aqui 😥 Ainda não temos esse nível de proximidade e por isso faço um pedido (…) Sempre que possível, caso ache interessante o que escrevi, e se por acaso o conteúdo te ajudou de alguma forma, seja no seu trabalho ou faculdade… Por favor, considere compartilhar com seus amigos, curtir e comentar nas postagens. Dessa forma você estará ajudando o BLOG a ter mais relevância em mecanismos de busca para que outras pessoas, como você e eu, encontrem material útil aos seus estudos, laboratórios e práticas.

Por fim, a nova e mais recente categoria BLOG, batizada por mim de BLOG Series. Tive esse lampejo, pequeno momento de iluminação, para uma iniciativa particular. Toda vez que eu quiser interagir com vocês com intuito de definir algo para o futuro, por exemplo, enquetes, consultas, questionários, colocarei no título BLOG Series, classificarei como Blog (rodapé do site), e marcarei com TAG ‘ blog ‘. Ok? 😉

Figura 02. Estatísticas #01 / Painel ADMIN WordPress
Figura 03. Estatísticas #02 / Painel ADMIN WordPress

UMA MÁQUINA CHAMADA O TEMPO

A seguir um compilado de fotos que retratam o início. Com o tema Maganize do WordPress Premium, matriz 5×2=10_textos/pagina, e visual padrão (branco/claro), assim era o BLOG precisamente. ( História + escolha + motivos + mudança ) registrados nesse POST 👇🏻👇🏻👇🏻👇🏻👇🏻

Vicrlda: I’m Alive! Voltei 🙂 Retorno, notas e avisos

Figura 04. Tema Magazine do Plano WordPress Premium
Figura 05. Exemplo de Página/POST
Figura 06. Página HOME / 31 de março de 2020 / 1º artigo publicado

ANTES DE VICTOR HAVIA MARIA ESTELA

Em memória de Maria Estela, minha avó materna. Falecida em 27 de março de 2011. Um câncer a levou, para outro plano, um lugar melhor. Se cheguei aonde estou, foi por causa dela. Devo o que sou, minhas conquistas e sonhos, o homem que me tornei, tudo graças à ela. Obrigado Vovó! TE AMO!!!

👩🏻‍🦳👵🏻🧓🏻

Estela… Do latim, e que significa “estrela”… Ponto luminoso no firmamento… Corpo celeste com intenso brilho e calor próprio… Astro que serve de guia e referência para todo aquele que busca orientar-se à noite… Estelas são estrelas cuja luz jamais morrerá, e sim, iluminarão o espaço infinito universo afora…

⭐🌟🌠☄